SOMOS COOPERATIVISMO
ACESSO
Esqueci a senha

OCB/ES

NOTÍCIAS
Unimed Federação ES e singulares mobilizam campanha de Doação de Órgãos
Data: 01/10/2021




A Unimed Federação ES, em parceria com as singulares, lançou em setembro uma reedição da campanha #QueFiqueDito, um movimento que fala sobre a doação de órgãos e utiliza a tatuagem como mensagem.

Com o conceito “crie coragem para dizer”, a campanha, que tem como curadora a artista Maria Sanz, este ano ganhou uma nova roupagem e contou com 4 grandes profissionais capixabas e criadores das tatuagens: Cássio Magne, de Vitória; Otávio Guimarães, de Cachoeiro de Itapemirim; Salissia França, de São Mateus e Ariana Margoto, de Colatina.

A Unimed faz questão de reforçar esse importante tema, que nos faz refletir o quanto somos corajosos em várias circunstâncias, inclusive para o fazer o bem quando parece impossível, sendo doador de órgãos.  

Notas das singulares sobre a campanha

Unimed Norte Capixaba:

Todos os anos as singulares do estado realizam a campanha sobre Doação de Órgãos. A Unimed Norte Capixaba iniciou a divulgação com os colaboradores e nas redes sociais, com o objetivo de levar a mensagem para o máximo de pessoas possível.

Unimed Noroeste Capixaba: 

Com o objetivo de sensibilizar não somente os seus clientes, cooperados e colaboradores, mas também a população em geral sobre a importância da doação de órgãos, a Unimed Noroeste Capixaba realizou diversas ações este ano.

Os colaboradores do hospital e da operadora receberam orientações sobre o tema e fizeram questão de compartilhar os registros em suas redes sociais. Com o intuito de estimular a reflexão e o aumento do número de potenciais doadores, os profissionais da área de enfermagem participaram de uma palestra com a paciente transplantada Alexandra Drago, que contou o seu relato de vida e sensibilizou a todos com a sua história de superação.

A tatuadora da região Ariana Margoto, que ajudou dar vida à campanha, também realizou a entrega das tatuagens em seu estúdio e aproveitou para disseminar a ação em sua rede social, encorajando e disseminando o ato para seus clientes e amigos. 

E com a finalidade de enfatizar o assunto de forma tranquila e especial, os colaboradores do hospital se mobilizaram e foram até o centro de Colatina para alertar a população sobre o gesto que pode salvar milhares de pessoas. Além de entregar os panfletos e as tatuagens autoadesivas, os profissionais aproveitaram a oportunidade para deixar orientações educativas referentes a uma campanha tão importante quanto a de doação de órgãos, a de Doação de Sangue.

 Unimed Piraqueaçu:

A campanha foi disseminada nos canais internos da Unimed Piraqueaçu. O objetivo maior é inspirar as pessoas a buscarem mais informações sobre o assunto e expressar a sua vontade na pele.

Unimed Sul Capixaba:

A Unimed Sul Capixaba se uniu à Unimed Federação Espírito Santo e às demais Unimeds do Espírito Santo na campanha #QueFiqueDito, que estimula a doação de órgãos entre os capixabas. Tendo como símbolo tatuagens autoadesivas que reforçam a importância da declaração de vontade de ser um doador, a campanha acontece até o final de setembro, apresentando o conceito “Crie coragem para dizer”. As ações fazem referência ao Dia Nacional da Doação de Órgãos, celebrado no dia 27 de setembro.

Uma parceria da Unimed Sul com o artista de tatuagem, Otávio Guimarães ainda promoverá o sorteio de uma tatuagem definitiva com um dos desenhos do artista. Para participar, basta seguir o perfil da Unimed Sul Capixaba (@unimedsulcapixaba) e o do Otávio Guimarães (@ otavioguimaraess) no Instagram e marcar dois amigos na foto oficial da campanha publicada no perfil do artista. O sorteio será no dia 30 de setembro.

Na cooperativa também foram distribuídas as tatuagens temporárias para clientes, cooperados e colaboradores, além da divulgação da campanha nos canais internos e redes sociais da Unimed Sul Capixaba como forma de conscientizar sobre o tema. 

Segundo a coordenadora da Comissão Intra-Hospitalar para Doação de Órgãos e Tecidos para Transplantes (CIHDOTT) da Unimed Sul Capixaba, Cristina Melo, a cooperativa já realiza um grande trabalho de sensibilização junto às famílias para a doação de órgãos. “Esse é um ato nobre que pode salvar muitas vidas, sendo esperança e oportunidades de recomeço para muitas pessoas”, destaca.

A coordenadora do CIHDOTT acrescenta que a Unimed Sul Capixaba, em parceria com a equipe de Banco de Olhos de Vila Velha, realiza a captação de córnea e, atualmente, está buscando o credenciamento junto à Secretaria de Estado da Saúde do Espírito Santo (Sesa) para a captação de múltiplos órgãos e para a realização de transplante intervivos.

Unimed Vitória:

Pelo quarto ano consecutivo, o Instituto Unimed Vitória convidou a sociedade a uma reflexão sobre a doação de órgãos com a campanha #QueFiqueDito. Com curadoria da designer Maria Sanz, a campanha trouxe como temática em 2021 a coragem. “Coragem... É quando a força de amor que sentimos por aquilo que genuinamente queremos é maior que a decepção que pode ser causada pelo seu insucesso. Ou, quando a vontade de realizar é maior que o próprio ego”, divaga a artista.

A tatuagem, assim como a doação de órgãos, é uma decisão para toda a vida. De forma leve, a ideia é trazer para o dia a dia, estampada na pele – mesmo que numa tatuagem artificial – a vontade de ser doador e ajudar a quem precisa. Os desenhos escolhidos para essa edição da campanha #QueFiqueDito trazem opções delicadas que remetem à coragem e à liberdade de escolha.

A ação de distribuição das tatuagens adesivas começou no dia 21 de setembro, abrindo a semana em que se comemorou o Dia Nacional da Doação de Órgãos, e foi realizada dentro de todas as unidades próprias da Unimed Vitória, em postos de vacinação contra a Covid-19 da Capital e em outras iniciativas do instituto. Também foi distribuído para os principais influenciadores e jornalistas da Grande Vitória. O objetivo foi criar uma ampla rede de disseminação da campanha.

Vale dizer: Coração, pulmão, fígado, pâncreas, rim, córnea, ossos, músculos e pele podem ser doados pelos familiares previamente autorizados. Podem receber os órgãos e ou tecidos doados aqueles que estiverem na lista de espera gerenciada pela Central de Transplantes do Espírito Santo, e forem compatíveis com o doador.


FONTE: Assessoria de Imprensa Unimed Federação ES